Mercado livre tem 1,2 milhão de seus produtos apreendidos

By 1 ano ago

Anatel anunciou nessa segunda-feira (25 de outubro) a apreensão de mais de 9,8 mil em aparelhos de telecomunicação irregulares que estavam em centros de distribuição do Mercado Livre no estado de São Paulo.

A mega operação foi realizada com parceria com a Receita Federal. A lista de produtos irregulares em caixas lacradas na ação inclui itens taís como box TV, carregadores de celular, baterias, fones de ouvido, sem fio e relógios inteligentes,microfones sem fio e câmeras sem fio. O valor total de produtos aprendidos em R$ 1,2 milhão.

Fabricantes e vendedores denunciaram à Anatel e a Receita o armazenamento de produtos vendidos online. Entre segunda (18) e sexta-feira (22) da última semana, os fiscais visitaram sete centros de distribuição do Mercado Livre na capital de São Paulo.

Locais de distribuição da empresa nas cidades de Louveira, Cajamar, Barueri, Guarulhos e Campinas, todas no estado de São Paulo, ja foram estacionadas pelas autoridades. Esta foi a primeira ação contra a pirataria da agência reguladora em centros de distribuição de marketplaces.

Em nota a Anatel dissi, “o consumidor deve ficar atento à existência do código de homologação do produto no anúncio, além de conferir se o vendedor ou fornecedor possui autorização no Brasil”. Para obter essa informação pode ser verificada no site da agência.

O órgão explica que a homologação é um requisito básico para a venda de produtos em todo o pais. Ela também representa padrões basicos pra garantir a qualidade e segurança de compradores, Sem este comprovante resultará na falta de garantia e de assistência técnica e resultando em prejuízo o usuário.

Caso comprem produtos pirata, Agência recomenda a devolução ou troca do aparelho. No caso do vendedor não aceita, É recomendo denúncia na Anatel e procura órgãos de defesa do consumidor.

A Anatel já retirou de circulação mais de 2 milhões de aparelhos irregulares em 2021.Fonte: Anatel/Divulgação 

Share